Um projeto de Ensino Superior ao serviço do Imobiliário Português

Março 2018

81% dos projetos imobiliários são construção nova


O ano ainda não está fechado, mas os dados de dezembro deverão confirmar uma tendência clara ao longo dos nove primeiros meses de 2017: a forte procura imobiliária despertou o adormecido setor da construção e surgem cada vez mais projetos, especialmente nas grandes cidades como Lisboa e Porto.

Mas se a reabilitação tem vindo a ocupar grande espaço nesta reconfiguração imobiliária das cidades, a verdade é que a construção nova tem ganho cada vez mais espaço. Tanto que, até novembro Portugal viu nascer 12,5 mil projetos residenciais em fase de licenciamento, sendo apenas 19% referentes de reabilitação urbana. Os restantes 81% dizem respeito a obra nova, mostra a Confidencial Imobiliário.

“O aumento no lançamento de nova oferta habitacional reflete a recuperação e os sinais positivos já dados pelo setor imobiliário. Mas reflete também as expectativas positivas para a evolução do mercado, que se espera que continue numa trajetória de crescimento”, considera Ricardo Guimarães, diretor da Confidencial Imobiliário.

O número de fogos em licenciamento cresceu 35% até novembro do ano passado, com Lisboa e Porto a assumirem o maior destaque. Na área metropolitana de Lisboa, entraram em licenciamento cerca de 7200 fogos, respeitantes a 2200 projetos residenciais – 80% são construção nova. Já na área metropolitana do Porto, foram lançadas 4500 novas casas, mais 57% do que em igual período. Trata-se de 1110 projetos residenciais em que a obra nova corresponde a 65% e a reabilitação a 35%.

Fonte: Dinheiro Vivo



Voltar Atrás

Praça Eduardo Mondlane, 7 C - Edifício Coopemi
1950-104 Lisboa