Zergio

BOLSA PARA CONCLUIR OS SEUS ESTUDOS SUPERIORES NA ESAI

 

A ESAI, detentora da única Licenciatura em Gestão Imobiliária em Portugal, aderiu ao Programa Retomar por forma a incentivar alunos, que por diversas razões tiveram que abandonar os seus estudos, possam com esta oportunidade concluir o ensino superior e abraçar as diversas saídas profissionais oferecidas por esta licenciatura.

Se tem menos de 30 anos, está desempregado e frequentou um curso superior que não terminou, esta é a oportunidade certa para si.
Candidaturas ao Programa Retomar até 30 de Setembro

Vantagens do Programa Retomar:
Prosseguir os seus estudos, em contexto de ensino superior, completando formações anteriormente iniciadas ou realizar uma formação diferente.
Apoio financeiro para poder terminar uma Licenciatura, promovendo a sua qualificação superior e valorização profissional.

 

PROGRAMA RETOMAR

O Programa Retomar tem como principais objetivos:

• Permitir o regresso à educação e formação, em contexto de ensino superior, de estudantes que pretendam completar formações anteriormente iniciadas ou realizar uma formação diferente, nomeadamente incentivando o regresso de antigos estudantes que abandonaram o ciclo de estudos antes da sua conclusão;
• Combater o abandono escolar no ensino superior, tendo presente critérios de utilidade social e empregabilidade;
• Promover a qualificação superior de jovens que não estão nem a trabalhar, nem inseridos em percursos de educação ou formação (jovens NEET).

O que é um jovem NEET

Um jovem NEET, é um jovem, entre os 15 e os 29 anos, que não se encontra integrado em qualquer modalidade de ensino ou formação ou no mercado de trabalho (jovem Not in Education, Employment ou Training - NEET).

Quais as condições necessárias para atribuição de bolsa Retomar?

Considera-se elegível o jovem que, cumulativamente, cumpra condições abaixo apresentadas

Condições prévias que devem estar cumpridas aquando da submissão da candidatura, sendo solicitados documentos que as atestem:

• Seja nacional de um Estado-membro da União Europeia;
• Tenha estado matriculado num estabelecimento de ensino superior e inscrito num curso e não o tenha concluído;
• Tenha interrompido a inscrição no curso em momento anterior a 1 de março do ano civil em que é requerida a atribuição da bolsa;
• Tenha idade inferior a 30 anos (decorre da condição de conclusão apresentada abaixo);
• Esteja em situação de desemprego;
• Não se encontre a frequentar quaisquer programas de aprendizagem ou de formação profissional.

Condições que devem ser cumpridas após efetivação de inscrição:

• Possa concluir o curso, atenta a duração máxima para concluir o mesmo, com idade inferior a 30 anos;
• Tenha regressado aos estudos superiores, através de qualquer dos regimes a que se referem as alíneas a) a c) do artigo 3.º da Portaria n.º 401/2007, de 5 de abril, alterada pela Portaria n.º 232 -A/2013, de 22 de julho, do concurso nacional de acesso, dos concursos institucionais e dos concursos locais, até 15 de outubro, e efetivado a respetiva inscrição.

Nunca trabalhei. Posso ser considerado desempregado?

Sim. Para efeitos do Programa Retomar, aquando do preenchimento do formulário, deverá apresentar uma declaração da Segurança Social comprovando que nunca efetuou descontos para Segurança Social.

Já frequentei o ensino superior, mas nunca interrompi a inscrição durante o ano letivo. Posso candidatar-me à bolsa Retomar?

Não. Uma das condições para poder beneficiar é ter interrompido, formalmente, a inscrição no curso que frequentou.
A interrupção de inscrição no curso é formalizada junto dos serviços competentes da instituição de ensino superior que frequentou.

Já frequentei o ensino superior, mas interrompi essa frequência não me tendo inscrito no curso no início do ano letivo seguinte. Posso candidatar-me à bolsa Retomar?

Sim. Para efeitos de atribuição de bolsa Retomar, interrompeu a frequência do curso, sem o ter concluído, em data anterior a 1 de março de 2014.
Deverá juntar, aquando da apresentação da sua candidatura, um documento da instituição de ensino superior que frequentou com um histórico académico, onde seja clara a informação, quer de não conclusão do curso frequentado, quer a não inscrição em ano letivo anterior.

Quais as formas de Retomar ao ensino superior?

Reingresso;
Mudança de curso;
Transferência;
Concurso Nacional de Acesso (ensino superior público);
Concursos Locais (ensino superior público);
Regimes Especiais;
Concursos Especiais;
Concursos Institucionais (ensino superior privado)

Valor da bolsa Retomar e do apoio de graduação

1 — A bolsa Retomar tem um valor de mil e duzentos euros.
2 — O apoio à graduação tem um valor anual de trezentos euros.

Como e quando se procede à candidatura?

Para o ano letivo 2014/2015, o prazo de submissão do requerimento de atribuição da bolsa Retomar decorre entre 21 de julho e 30 de setembro de 2014, através dos seguintes links: informação, candidatura.